Escolha uma Página
Café expresso

Café expresso

O brasileiro é um apaixonado por café e vemos isso nas grandes quantidades que são vendidas todos os dias em supermercados, restaurantes, bares e lanchonetes. Bebemos café de todos os tipos de grãos e cada lugar tem suas características marcantes e culturas distintas na hora de degustar o famoso grão. No entanto, especialmente nos últimos anos, tem se tornado muito popular o café expresso, uma maneira rápida e forte de ter sua energia diária.

Mas a maioria das pessoas não conhece muito a respeito dessa versão. E você? Quer descobrir de uma vez por todas o que é café expresso? Confira o texto a seguir:

O que é o café expresso?

O expresso não é um grão diferente: ele é feito com os mesmos grãos que o café tradicional é feito. Porém, o que difere em gosto e aroma é o método de prepará-lo: ele é feito através da passagem de água quente (não fervendo) sob alta pressão pelo grão moído. Para isso, ele precisa ser feito em máquinas específicas que aumentam a pressão dessa passagem para até dez atmosferas ou bars.

Esse processo leva a uma bebida de mais qualidade e sabor acentuado, pois o grão moído é aproveitado em toda sua essência e o líquido fica com muito mais consistência do que o café coado. Isso ocorre porque a alta pressão leva a uma quantidade maior de sólidos dissolvidos por volume e então temos um café altamente encorpado.

Geralmente servido em xícaras menores, ele tem também uma concentração maior de cafeína que o café comum e as máquinas costumam dar uma camada extra mais cremosa por cima.

É uma bebida sofisticada, ótima para ser dividida com parentes ou amigos depois de uma refeição gostosa ou num bate papo descontraído. Também é ótimo de ser degustado quando se está sozinho, principalmente naquelas tardes nubladas ou noites gélidas onde o frio praticamente nos convida a uma bebida quente.

A tradição do Expresso italiano

O café expresso tem sua origem na Itália, onde chama-se espresso. Porém, ele se expandiu e hoje é normal encontrá-lo em todo o planeta. Foi criado e desenvolvido no início do século vinte, e sua invenção é atribuída ao milanês Luigi Bezzera, em 1901. No entanto, o termo espresso surgiria apenas por volta de 1946, com a grande venda das máquinas do inventor Achille Gaggia e a popularização deste processo de preparo do café.

clubecafe

O jeitinho brasileiro do café expresso

Por nossas terras, a forma mais habitual do café é o coado. Embora esse café seja popular, ele é menos denso e vai perdendo espaço para o expresso, que, hoje em dia, é oferecido pela maioria dos restaurantes, bem como lanchonetes e bares. As máquinas caseiras também estão em alta, cada vez mais baratas e acessíveis.

Agora que você conhece mais sobre essa bebida, pode degustá-la com ainda mais vontade. O expresso é delicioso e ainda dá uma energia a mais para encararmos o dia a dia. Sente-se cansado? Peça logo o seu!

Ainda tem dúvidas sobre o expresso? Qual é o seu tipo de café preferido? Deixe um comentário: participe da conversa!